Treinamento de base versus específico

O período de base tem por objetivo fazer com que o corredor possa correr cada vez mais longe. Nesse período, as distâncias vão aumentando de forma gradativa. O foco é o componente cardiorrespiratório e a resistência muscular.

O período especifico tem por objetivo fazer com que o corredor possa correr cada vez mais rápido. Neste período, as distâncias diminuem, a velocidade dos treinos aumenta e são incorporados treinos intervalados. O foco é o aumento da velocidade da corrida em distâncias cada vez maiores.

Já o período regenerativo é o momento em que o corredor passa a reduzir todas as cargas de treinos, tanto pela distância como pela velocidade. O foco é recuperar para o próximo período de cargas.

A relação  entre período de base e período especifico é bem discutida na literatura. O importante é entender a função de cada uma delas para que o planejamento seja perfeito.

A base possibilita gerar uma adaptação para suportar os treinos específicos, mais intensos, porém mais curtos, ao contrário dos treinos de base, menos intensos, mas com uma distância maior. O segredo do comportamento, na passagem do período de base para o especifico, é diminuir as distâncias ao mesmo tempo em que as velocidades são aumentadas, para que, no final, o corredor esteja mais rápido e mais resistente.

É importante que, no período de base, o corredor possa adquirir resistência muscular e técnica do movimento, ou seja, saiba correr, pois, na fase especifica ele deve ganhar velocidade, e a técnica perfeita é fundamental para isso.

Bons treinos!

THIAGO OLIVEIRA
DIRETOR OPERACIONAL KM ESPORTES
TRAINER VO2PRO

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s