Palmilhas ortopédicas

Após sofrer com uma inflação chamada periostite (inflamação na membrana que envolve o osso tibial) o ortopedista me prescreveu o uso de uma palmilha ortopédica.

Passei a usar uma palmilha 3/4 em espuma de borracha com suporte do arco plantar.

Palmilha
Palmilha 3/4 com suporte do arco plantar

No início estranhei ao calçar o tênis com a palmilha, principalmente porque o pé fica mais alto e começa a apertar um pouco na parte superior. Nada de mais, resolvi após ajustar o cadarço. O único ponto que vou ter que pensar como resolver é que ela ‘andou’ um pouco pra frente durante a corrida, provavelmente por ser uma palmilha de 3/4.

Desde o início notei melhora no arco plantar. A impressão que se tem é de que completou algo que estava faltando.

Uma informação importante que eu não tinha conhecimento, o uso da palmilha é indicada para evitar/melhorar dores nos pés, tornozelos, joelhos e costas. Sempre pensei que as palmilhas eram exclusivamente para problemas nos pés.

Mas a informação mais importante para nós corredores é de que o uso de palmilhas ortopédicas personalizadas e confeccionadas sob medida reduz as lesões dos membros inferiores em 49% (fonte: http://ajs.sagepub.com/)

Vejam abaixo os problemas que as palmilhas podem ajudar a evitar/tratar.

tipo de palmilhas

Não façam como eu, não esperem a lesão aparecer para procurar um ortopedista e descobrir qual a melhor palmilha para o seu tipo de pisada.

Abraço a todos.

Rodrigo Muniz da Rosa

Publicidade

5 comentários sobre “Palmilhas ortopédicas

  1. Procurei um ortopedista (entre outros especialistas) antes de começar a correr. Acredita que o “infeliz” não realizou 1 exame se sequer. Disse que se eu sentisse alguma coisa era pra voltar. Ora, a consulta era preventiva. O objetivo era evitar uma lesão. Saí indignado do consultório.

    • Pois é Romaim, infelizmente tem muitos profissionais assim.
      Passei em 2 ortopedistas para tratar minha lesão, mas só o segundo receitou a palmilha e a fisioterapia.
      O primeiro simplesmente me mandou aguardar que a lesão iria curar sozinho.
      Abraço

  2. pra minha canelite mergulho a perna em imersão com gelo durante 10-15 minutos minutos até melhorar a dor. Importante exercícios de reforço muscular do tibial posterior. Em geral, a canelite persiste por mêses, quando eu treino mais forte, ela sempre volta. boa sorte ai. abraços.

    • Você já experimentou as bolsas de gel que não congelam? Descobri elas a pouco tempo.
      Elas gelam no congelador, mas não congelam. Assim ao usar a bolsa ela envolve a perna. É bem prática.

    • Seria bom vc procurar saber o motivo…pode ser uma mecanica de sua pisada, fraqueza muscular, falta de alongamento..o gelo é muito bom mas procura saber qual é a mecanica de sua pisada( Angulo da marcha, angulo tibial, tempo de marcha..) ou seja procura fazer o exame chamado baropodometria (teste da pisada) se vc procurar um bom profissional ele sabera a causa de seus problemas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s