Longo 15 de setembro 2013

Dados do treino
Local: Rio Grande do Sul (Novo Hamburgo / Estância Velha / Ivoti)
Distância: 17Km
Ritmo alvo: 6:00 min/km
Ritmo médio: 5:44 min/km
Tempo em movimento: 1h37min
Tempo total (hidratação): 1h48min
Ritmo cardíaco médio: 88%
Ritmo cardíaco máximo: 94%
Tênis: Asics Kinsei 4 (125,21 quilômetros rodados)
GPS: Garmin 910XT
Ganho de elevação: 378 metros

Este treino com certeza foi especial para mim. Desde o primeiro momento que decidi correr a ultramaratona Comrades este percurso me veio a cabeça como sendo o ideal para o treinamento. Ao todo ele deve chegar a 60 km. Inicia da cidade de Novo Hamburgo e vai até a cidade de Nova Petrópolis no Rio Grande do Sul. Conheço bem este caminho pois no passado pedalei muito por ali.

Assim como a Comrades a diferença de altimetria neste percurso é muito grande, por isto sempre o vi como a melhor opção para a fase preparatória deste desafio. Este é um dos caminhos para chegar na serra gaúcha e a medida que o volume de treinos for aumentando eu pretendo chegar cada vez mais perto da cidade de Nova Petrópolis.

Ao invés de seguir pela BR116 optei por fazer o caminho da Rota Romântica, que vai passando por dentro das cidades. É um pouco mais longo, mas acho menos perigoso e o percurso é muito bonito.

Neste treino parti da cidade de Novo Hamburgo, passei por Estância Velha e alcancei a cidade de Ivoti, a primeira rumo a serra. Entre Novo Hamburgo e Estância Velha o percurso é bem plano, encontrando apenas uma pequena diferença de altimetria na entrada da cidade de Estância Velha. O grande desafio estava após o 11km do percurso, quando inicia-se o trecho de serra rumo a cidade de Ivoti. Ali eu encontraria o maior desafio do treino, a ‘subida de Ivoti’.

Vejam o percurso no mapa.

longo 15set2013_1

Este foi o primeiro treino que realizei em que o percurso não finalizou no mesmo local em que iniciou. Por isto combinei com o meu pai que ele iria me buscar no local previsto para finalizar o treino. Para não dar confusão fizemos o percurso juntos de carro no dia anterior ao treino, assim teríamos certeza do ponto de encontro.

Preparei o material de costume para a corrida: 1 garrafa de 500ml de água, 3 saches carbo gel e 1 bananinha com açúcar. Tudo acomodado na mochila Trilhas e Rumos que venho usando nos últimos treinos.

O treino iniciou as 7:20hs da manhã sob uma forte neblina, dando até a impressão de uma leve garoa. Apesar disto a temperatura estava agradável e não cheguei a passar frio. Iniciei o treino no pace de 5:30 min/km, este é o ritmo que venho aplicando nos últimos longos e tenho me sentido muito bem nele.

Alcancei os primeiros 5km justamente quando estava percorrendo um pequeno trecho da BR116 entre as cidades de Novo Hamburgo e Estância Velha. Este trecho é ruim para parar pois não tem calçada e acho um pouco perigoso, por isto decidi seguir um pouco mais para realizar a hidratação. Acabei parando próximo ao pórtico de Estância Velha, com mais ou menos 6,5km de treino.

Como a Mariana Klopfer me indicou tomar 500ml de água em cada ponto de hidratação, o tempo de parada acaba sendo um pouco maior do que gostaria. Junto com a água consumi um sache de carbo gel.

A partir deste ponto ainda estavam planejados 2 pontos de hidratação, por isto tinha que comprar mais 2 garrafas de água. O trecho entre as cidades de Estância Velha e Ivoti não possui muitos postos ou pequenos mercados, por isto decidi comprar as águas enquanto cruzava o centro de Estância Velha.

No dia anterior quando realizei este percurso de carro havia notado que meu grande desafio começaria por volta do 11,5km. Como o primeiro ponto de hidratação aconteceu com 6,5km decidi realizar o segundo ponto de hidratação após 5km, justamente no início da grande subida de Ivoti.

Vale ressaltar que me refiro a ‘Subida de Ivoti’ por ser justamente o limite entre as cidades de Estância Velha e Ivoti. Mas é provável que moradores da região não chamam esta subida com este nome.

O segundo ponto de hidratação justamente na base da subida foi muito importante, pois este acabou sendo meu maior desafio até agora. Descansado pude encarar os 2,41km de subida contínua, totalizando uma diferença de 180 metros de altimetria apenas neste trecho. Uma bela amostra do que está por vir quando os treinos ficarem maior nesta região.

Vejam o gráfico de altimetria registrado no Garmin Connect.

longo 15set2013_2

Naturalmente o ritmo diminuiu bem durante esta escalada, chegando a atingir 7:06 min/km no 13km. Algo importante que venho notando em meus treinos é como minha resistência melhorou. Mesmo encarando percursos maiores e com grande diferenças de altimetria, meu ritmo cardíaco máximo alcançou 94%. No passado um treino plano em uma distância menor já era o suficiente para atingir este valor de média, e o máximo beirava os 100%.

Faltando 2km para o final do treino meu pai passou de carro por mim. Neste momento já havia superado a subida de Ivoti e estava curtindo um pequeno declive do percurso. Coincidentemente os 17km do treino finalizaram exatamente em um mirante que fica localizado no final da avenida principal de Ivoti. A vista é linda e aproveitei para fazer o alongamento curtindo esta paisagem.

longo 15set2013_3

Ainda vou pegar esta visão em dia de sol. 🙂

Abraço a todos.

Rodrigo Muniz da Rosa

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s